Visualizações

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

O homem que plantava árvores

Não conhecia de todo, Jean Giono. O livro "O homem que plantava árvores " é realmente minúsculo, li-o num quarto de hora! Sem querer estar a revelar muito do livro, posso dizer que é realmente inspirador, mostra uma face nos homens que raramente vê-mos, nos outros e em nós mesmos.
Uma coisa é certa, há muito que pode ser dito por poucas palavras e Jean Giono presenteia-nos com este exemplo.
Atribuo ao livro 5*, exactamente por ser tão pequeno e pela quantidade de esperança que transmite.


Podem comprar este livro na Editorial Presença, não chega a custar dez euros.

Sinopse: Inspirado em acontecimentos verdadeiros, traduzido em diversas línguas e largamente difundido pelo mundo inteiro, O Homem Que Plantava Árvores é uma história inesquecível sobre o poder que o ser humano tem de influenciar o mundo à sua volta. Narra a vida de um homem e o seu esforço solitário, constante e paciente, para fazer do sítio onde vive um lugar especial.
Com as suas próprias mãos e uma generosidade sem limites, desconsiderando o tamanho dos obstáculos, faz, do nada, surgir uma floresta inteira – com um ecossistema rico e sustentável.
É um livro admirável que nos mostra como um homem humilde e insignificante aos olhos da sociedade, a viver longe do mundo e usando apenas os seus próprios meios, consegue reflorestar sozinho uma das regiões mais inóspitas e áridas de França.