Visualizações

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

"Perdido no jardim..."

Por vezes tudo o que quero é um tempo morto, tempo amigo.
Queria ser apenas silêncio, folhas secas a pairar na vida, sublimes, mas sós.
Terá o mundo perdido a noção do bom que é preservar o respeito de cada qual, terei eu alguma vez tido um momento de respeito?
Encontro tanto cheiro bom nesses momentos calorosos, sinto-me deslocado, serei o humano ou fui posto por engano neste jardim?
Admiro tudo o que tantos ignoram e desprezam, será tão mau assim pensar como girassol e não como tulipa?