Visualizações

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

" Dedução ..."

Por vezes o que mais doí é a maneira como te olham, em vez de olharem para a maneira que realmente és. Será tão difícil de entender que todos enquanto humanos, temos nas nossas vidas páginas que se rescrevem, páginas nuas, páginas ainda por escrever, que quase nada é certo e tudo muda, tudo se molda, tudo se constrói ou emprega asas?
Ninguém se deixa levar pela vida, tudo porque dão braços à ignorância e à dedução mesquinha. O problema está no instantâneo, o amor tem de ser num ápice, uma relação tem de se construir num beijo, todos os erros, todas as faltas, tudo o que implique trabalho e dedicação é posto de parte, tudo porque não é fácil, porque exige lágrimas e suor... é simples descartar sentimentos, capítulos de sonho, é simples descartar o amor?
Pergunto-me por vezes se sou o único acordado, ou adormeci e criei ideais impossíveis algures num sonho...