Visualizações

terça-feira, 6 de setembro de 2016

"Nunca disse..."

Foram diversas as vezes que nunca disse que queria mais, mais de nós, não por saber a pouco, apenas por saber falar exaustivamente com a mente e trancar-me a sete chaves com a boca, não é por mal, é o meu ser, o eu que vai mudando, mas vagarosamente.
Desculpa  se explico com o olhar o que tanto custa a dizer. Desculpa um abraço e um beijo em vez de um perdão que ecoa nas quatro paredes.
Perdoa o tom gélido que invade o quarto por vezes e que não amorna por não soltar uma letra, há coisas que é preferível guardar e repensar mais um pouco em águas calmas.
No entanto não te esqueças, palavras sábias nem sempre são honestas, respostas ríspidas nem sempre são necessárias, palavras vagas nem sempre brotam soluções... e se tenho vivido em tons cheios de sentimentos, faz-me ver que salpicos de sons e letras só tornam a pintura mais agradável.